terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Feliz 2014 e Vamos que vamos :D

Feliz 2014 e Vamos que vamos :D


Há uma nova ordem no mundo Virtual.


Há uma nova ordem no mundo Virtual.
Muitos conceitos foram surtindo com o avanço da utilização das mídias sociais. Sou da geração que na adolescência o contato era outro da moda mais antiga e pessoal. Hoje tanto pelo meu trabalho bem como por um novo estilo de vida estou conectada na maioria do tempo. Inicialmente até poderia ser uma opção, hoje uma tendência, compulsão e realidade imposta.
Como certo tipo de Hobby ou TOC avalio com um olhar “antropológico” esta fusão e suas nuances. Convivo com gerações mais experientes que acham isto a maior perda de tempo, privacidade e uma forma moderna de manter-se em uma redoma de vidro. Também trabalhei e convivi bastante com a nova “Geração Y e Z” (Y: é um conceito em Sociologia que se refere segundo alguns autores aos nascidos após 1980 e um público-alvo das ofertas de novos serviços e na difusão de novas tecnologias).
Boa ou Culpada? Está resposta é determinada de acordo como funciona a maioria das coisas, ou seja, definida pela forma de utilização, opção e escolha. Já pensou qual seu objetivo em usar destas ferramentas virtuais?
Observando inúmeras matérias, fóruns, palestras e bate papos em geral entre diversas fontes e geração sobre esta tendência percebe-se vários perfis. Que mesmo opostos acabam em algum momento interagindo. Analise por alguns minutos o pessoal do seu círculo e acredito que identificará alguns pontos. Existem diversos perfis:
- Fakes: transparecem uma coisa que não é;
- Ostentadores: utilizam as redes como uma forma de firmar uma posição;
- Cinderela: Tudo é perfeito e lindo;
- Revolucionários; jorram suas preferências e lutam para impor sua opinião;
- Desconfiados: que dividem o menos possível da vida pessoal, mas estão ali conectados;
E outros milhares... Acabamos por ter um pouco de cada. Aceitando ou não! E não querendo ser repetitiva, mas já sendo, acabamos a aprender nossos limites com cada experiência agradável ou desagradável e adaptando nosso perfil para esta realidade.
Destaco uma palestra que participei nesse ano de 2013 e a proposta chamou muito minha atenção porque apresentou uma visão inovadora sobre os movimentos e envolvimentos sociais tirando este “Karma” de futilidade, entretenimento ou consumismo e sim uma tendência em unir iguais e diferentes aproximando verdadeiramente as pessoas. As quais criam identificações reais, com sentimentos, uma corrente em que acolhemos e somos acolhidos. Movimentos sociais de massa criadas por energia não explicada ou obrigada e sim porque há um acordo com as identificações, percepções, ética, empatia e postura sobre assuntos de bem comum entre vários. Uma prova disto foram movimentos sociais vividos no mundo este ano que partiu das mídias sociais.
Neste ano criei blog, pag em mídias e tive várias experiências. Laços sinceros com pessoas que não sei muito, mas que desejo muito bem. E em conjunto nos ajudamos de uma forma diferente. Um novo tipo de amizade sem rótulo ou laços físicos, porém importantíssimos. Existe muita decepção, mentiras e aproveitamentos? Sim. O que hoje em dia não traz certo risco?
Quem são estes nossos? Como iremos conviver com este avanço? Ponderando quem sabe. Mas esta possibilidade de doar e receber carinho sem intenção maior é fantástica.
Isto deve ser preservado!
Nada é por acaso e geralmente tudo é feito ao acaso neste mundo virtual criando ciclos nas nossas vidas. Pessoas que do nada, sem saber, ajudam de forma bacana e inusitada. Como uma sinergia que atrai  e devolve. Em fim, como diria Lulu Santos “eu vejo um novo começo de era de gente boa bonita e sincera" Com sorte!!!
Uma singela homenagem aos amigos imaginários, invisíveis ou virtuais que tocam nosso coração com ternura, puxões de orelha e empatia. Partilha que cada vez mais possamos partilhar e doar pela singela forma de somar. Muito obrigada aos meus, seus e nossos.
Feliz 2014!!!
Patricia Ulmann

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Respire, inspire e tente...



Nunca reaja emocionalmente às críticas. 
Analise a si mesmo para determinar se elas são justificadas. Se forem, corrija-se. 
Caso contrário, continue vivendo normalmente.

Norman Vincent Peale


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Olha que presente mais lindo que ganhamos!!!

Olha que presente mais lindo que ganhamos!!!


"Ache belo tudo o que puder. A maioria das pessoas não acha belo o suficiente".

"Não vamos esquecer que as emoções são os grandes capitães de nossas vidas, nós obedecemo-lhes sem nos apercebermos". 

Vincent Van Gogh

***Obrigada amiga Carla. Adorei

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Acenda as luzes todas...


"Acenda as luzes todas. Perca a razão! 
Vem, me procura e encaixa no escuro do meu coração".
Cazuza


segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Hoje, amanhã ou ... Seja do jeito que for!!!


Hoje, amanhã ou ... Seja do jeito que for!!!

Chore, grite, ame.
Diga que valeu, que doeu, que daqui pra frente só vai melhorar.
Perdoe, insista, ame novamente.
Não leve a vida tão a sério.
Descomplique.
Quebre regras, perdoe rápido beije lentamente.
Ame de verdade, ria descontroladamente e nunca lamente nada que tenha feito você sorrir...

Vinicius de Moraes.

sábado, 12 de outubro de 2013

O que aprendemos e deveríamos preservar das crianças que fomos um dia com seu olhar fascinado, lúdico e criativo?


O que aprendemos e deveríamos preservar das crianças que fomos um dia com seu olhar fascinado, lúdico e criativo? Os conhecimentos advindos, através de jogos, música e dança. Educar e aprender, se divertindo e interagindo com os outros. Uma entrega tão verdadeira e espontânea que chega pode vir a magoar. 

O divertimento acima de qualquer outro propósito. Fazer alguma coisa simplesmente pelo prazer em fazê-la. Existe sempre a presença de motivação para atingir os objetivos.

Em meio a tantas descobertas, de uma intensidade tamanha, nos dedicamos inteiramente a construções de sonhos. 

Achamos soluções, encaixes e montagens para alcançar o objetivo em grupo há uma comunicação de todos independentes de acordos ou resultados. E se não der certo sentimos, choramos, fazemos birra e em poucos instantes tanto sozinhos como acompanhados estamos lá. Firmes e fortes para um novo “projeto” infalível. 

Tudo bem que nem tudo são flores ou dá tudo certo. Tem choro, castigo, puxões de orelha como chamam hoje bullying, dores de mil amores.

O destaque é a força e resistência. Classificada hoje como resiliência, liderança ou sobrevivência. Cada qual tem sua “mochila” nas costas e sabe bem o peso deste fardo.
Se nesse Dia das Crianças você puder observar essa energia e acolher um pouco desse mundo.

Utilizando o lúdico e criatividade voltada para aceitação das mudanças inevitáveis e acontecimentos da vida  . Com certeza uma força tamanha  nova pode surtirá. 

Não somos passado, presente ou futuro, mas um resultado de cada detalhe vivido ou esquecido. Com contundência não impeça sentir de aproveitar, melhorar e superar. 

Um espelho das nossas características boas e as tenebrosas de chatas. Relembre suas percepções antigas e Borá lá !!!

Carpe Diem e aprenda novamente com os grandes pequenos. 
"Feliz Dia das Crianças”.

*Pequenas ou não

Patricia Ulmann

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Quem são nossos atuais heróis?


Quem são nossos atuais heróis?

Sou uma empenhada e iniciante “blogueira”. Geralmente, nesse mundo de milhares de informações utilizo de recursos criados e outros encaixados formando uma nova composição ou incorporação de corrente transformado em um mosaico. Um formato de plágio? Sim plágio. Reformulado e incorporado a realidade existente na atualidade. Essa intensidade de tempo influência tanto para quem cuida de uma página virtual ou blog bem como para quem usufrui das informações.

No meu caso vou construindo uma foto da daqui que remete a tal pensamento. Uma música que inspira posts. Sentimentos que percebo e repasso e forma sucinta com toques pessoais onde crio uma reflexão, proposta ou até inspirações como esse que vos falo.

O que percebi e quis dividir nesta prosa é que como uma crítica avalie minhas inserções e que isso cria uma responsabilidade (até mesmo esses dias recebi toques...) e em um momento desconexo e inspirado como esse percebi e avaliei que utilizo tantos autores, escritores, poetas, jornalistas, críticos entre outros conhecidos e que conheci e por diversas vezes são citados. Admito que essa paixão seja nova e tenho muito que aprender ingerir e regurgitar com intuito não definido. Não há uma explicação que se aplique e essa exposição. 

Ainda busco respostas que não preciso. Simplificando é amor, dedicação e troca de experiências. Unido por uma necessidade tamanha de evacuar mil ideias que não param.
Seguindo esta proposta em um momento desapegado, saboreando uma omelete e ouvindo história simples de uma pessoa mais experiente, é como se em instantes passasse um filme por minha corrente sanguínea pulsando. Avaliei e como não fiz isso antes? Já vivi tantas primaveras, conhecimento de vida e histórias de conhecidos e passageiros malucos do destino que estes sim podem vir a serem nossos “heróis” reais. No sentido de superação, tristezas, vitórias, lógicas, demonstrações de manipulações e injustiças feitas e sofridas. Sem julgamento. Sem bem ou mau.
Abusar da visão dos mestres e transformar em uma visão de reconhecimento ou curiosidades dos nossos tempos e nossas pessoas.

Sugestões... Bora interagir se não for aqui propague uma ideia real preservando as identidades de acordo com cada história...

Alguém?  Alguém? Alguém? Alguém? 

Participem e vamos mostrar nossos monstros, heróis, poetas entre que vale ser lembrado.
Aos poucos trabalhando no propósito e trazendo os nossos. Que tal?




domingo, 6 de outubro de 2013

A arte - Charles Chaplin.

"O assunto mais importante do mundo pode ser simplificado até ao ponto em que todos possam apreciá-lo e compreendê-lo. Isso é - ou deveria ser - a mais elevada forma de arte".
Charles Chaplin.


Para ter olhares belos, procure ver o lado bom das pessoas. - Arnaldo Jabor


Para ter lábios atraentes, diga palavras doces.
Para ter olhares belos, procure ver o lado bom das pessoas.
Para ter cabelos bonitos, deixe uma criança passar os dedos pelo menos uma vez por dia.

Para ter boa postura, caminhe com a certeza de que nunca andará sozinha. Pessoas são muito mais que coisas, deve ser restauradas, revividas, resgatadas e redimidas, jamais jogue alguém fora.

Lembre-se que, se alguma vez precisar de uma mão amiga, você encontrará no final do seu abraço. Ao ficarmos velhos, descobrimos por que temos duas mãos, uma para ajudar a nós mesmo, a outra para ajudar o próximo. 

A beleza de uma mulher não está nas roupas que veste, nem no corpo que carrega, ou na forma como pentea seu cabelo. A beleza de uma mulher deve ser vista nos seus olhos, por que esta é a porta para seu coração, o lugar onde o amor reside.

A beleza de uma mulher não esta na expressão facial, mas a verdadeira beleza de uma mulher esta refletida em sua alma. Está no carrinho que ela amorosamente dá, na paixão que ela mostra.
A beleza de uma mulher cresce com o passar dos tempos.

Arnaldo Jabor

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Troca e crescimento. - Belíssimo trabalho !!!! León Ferrari, artista multimídia e poeta e militante político

Troca e crescimento.
Belíssimo trabalho !!!!

"Quando León fixou residência no Brasil, a arte contemporânea brasileira teve a oportunidade de receber um de seus agentes mais ousados, criativos e inovadores. O deslocamento reconstrói nosso lugar no mundo e, muitas vezes, nos faz crescer e melhorar a sociedade que nos acolheu. Assim a arte brasileira ganhou, e muito, com a presença de León Ferrari, artista multimídia e poeta e militante político".

Leia Matéria Completa:



quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Porque a cabeça da gente é uma só - Guimarães Rosa


"Porque a cabeça da gente é uma só, e as coisas que há e que estão para haver são demais de muitas, muito maiores diferentes, e a gente tem de necessitar de aumentar a cabeça, para o total. Todos os sucedidos acontecendo, o sentir forte da gente - o que produz os ventos. Só se pode viver perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem perigo de ódio, se a gente tem amor. Qualquer amor já é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura."
Guimarães Rosa

Boa noite Caríssimas e Caríssimos amigos !!!

Boa noite!!!

"Da árvore do silêncio pende seu fruto, a paz".
Arthur Schopenhauer


segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Bom dia e bem vindo Querido ....


Bom dia e bem vindo !!!

"Que outubro me seja amigo, seja vento, seja abrigo. Que outubro me traga o que setembro não trouxe e que leve o que não me foi doce" Magna Oliv.

Interessante Outubro começa sempre no mesmo dia da semana que o mês de janeiro, exceto quando o ano é bissexto.


sábado, 28 de setembro de 2013

Flor da Noite - Nana Caymmi


Flor da Noite - Nana Caymmi

Dorme, tudo dorme
Sobre o mundo cai o véu
Veste o infinito
Véu da noite, cai do céu
Se outro alguém te lembrar de nós dois
Não diz pra esse alguém
O que passou e ficou pra depois
Seja o que for além
De mim
Ninguém
Assim

Sonha, tudo sonha
O universo vai ao léu
Verso do meu sonho
Flor da noite, carrossel
Se outro alguém te lembrar de nós dois
Não diz pra esse alguém
O que passou e ficou pra depois
Seja o que for além
De mim
Ninguém
Assim

Lindíssimo - Tudo sobre corte de papel, A mão de Elsa Mora

Lindíssimo !!!
Tudo sobre corte de papel, A mão de Elsa Mora


sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Mentalize: A Paz - Gilberto Gil


A paz invadiu o meu coração
De repente, me encheu de paz
Como se o vento de um tufão
Arrancasse meus pés do chão
Onde eu já não me enterro mais

A paz fez um mar da revolução
Invadir meu destino; A paz
Como aquela grande explosão
Uma bomba sobre o Japão
Fez nascer o Japão da paz

Eu pensei em mim
Eu pensei em ti
Eu chorei por nós
Que contradição
Só a guerra faz
Nosso amor em paz

Eu vim
Vim parar na beira do cais
Onde a estrada chegou ao fim
Onde o fim da tarde é lilás
Onde o mar arrebenta em mim
O lamento de tantos "ais"

Desenho - Cecília Meireles

Desenho

Traça a reta e a curva,
a quebrada e a sinuosa
Tudo é preciso.
De tudo viverás.

Cuida com exatidão da perpendicular
e das paralelas perfeitas.
Com apurado rigor.
Sem esquadro, sem nível, sem fio de prumo,
traçarás perspectivas, projetarás estruturas.
Número, ritmo, distância, dimensão.
Tens os teus olhos, o teu pulso, a tua memória.

Construirás os labirintos impermanentes
que sucessivamente habitarás.

Todos os dias estarás refazendo o teu desenho.
Não te fatigues logo. Tens trabalho para toda a vida.
E nem para o teu sepulcro terás a medida certa.

Somos sempre um pouco menos do que pensávamos.
Raramente, um pouco mais.

Cecília Meireles

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Ótima sexta-feira - “Por que vocês anda com suas bicicletas?”


Um mestre Zen viu cinco dos seus discípulos voltando das compras, pedalando suas bicicletas. Quando eles chegaram ao monastério e largaram suas bicicletas, o mestre perguntou aos estudantes: “Por que vocês anda com suas bicicletas?”

O primeiro discípulo disse: “A bicicleta carrega, para mim, os sacos de batatas. Estou feliz por não ter de carregá-los em minhas costas!” O mestre elogiou o primeiro aluno: “Você é um rapaz muito inteligente! Quando você crescer você não andará curvo como eu ando.”

O segundo discípulo disse: “Eu adoro ver as árvores e os campos por onde passo!” O mestre elogiou o segundo discípulo: “Seus olhos estão abertos e você enxergará o mundo.”

O terceiro discípulo disse: “Quando eu pedalo minha bicicleta eu fico feliz em ber mio renge quio.” O mestre louvou o terceiro estudante: “Sua mente se expandirá com a suavidade de uma roda novamente centrada.”

O quarto discípulo falou: “Pedalando minha bicicleta eu vivo em harmonia com todas os seres sensíveis.” O mestre ficou feliz e disse ao quarto estudante: “Você pedala no caminho dourado do bondade.”

O quinto aluno disse: “Eu pedalo minha bicicleta por pedalar”. O mestre sentou-se aos pés do quinto estudante e disse: “Eu sou seu discípulo.”


PROVÉRBIO ZEN

Precisa "dizer" mais? Proteja, cuide e ame


Não estás deprimido, estás distraído. Facundo Cabral


Não estás deprimido, estás distraído.
Distraído em relação à vida que te preenche, distraído em relação à vida que te rodeia, golfinhos, bosques, mares, montanhas, rios.
Não caias como caiu teu irmão que sofre por um único ser humano, quando existem cinco mil e seiscentos milhões no mundo. Além de tudo, não é assim tão ruim viver só. Eu fico bem, decidindo a cada instante o que desejo fazer, e graças à solidão conheço-me. O que é fundamental para viver. Não faças o que fez teu pai, que se sente velho porque tem setenta anos, e esquece que Moisés comandou o Êxodo aos oitenta e Rubinstein interpretava Chopin com uma maestria sem igual aos noventa, para citar apenas dois casos conhecidos.

Não estás deprimido, estás distraído. 
Por isso acreditas que perdeste algo, o que é impossível, porque tudo te foi dado. Não fizeste um só cabelo de tua cabeça, portanto não és dono de coisa alguma. Além disso, a vida não te tira coisas: te liberta de coisas, alivia-te para que possas voar mais alto, para que alcances a plenitude.  Do útero ao túmulo, vivemos numa escola; por isso, o que chamas de problemas são apenas lições. Não perdeste coisa alguma: aquele que morre apenas está adiantado em relação a nós, porque todos vamos na mesma direção. E não esqueças, que o melhor dele, o amor, continua vivo em teu coração. Não existe a morte, apenas a mudança. 
E do outro lado te esperam pessoas maravilhosas: Gandhi, o Arcanjo Miguel, Whitman, São Agostinho, Madre Teresa, teu avô e minha mãe, que acreditava que a pobreza está mais próxima do amor, porque o dinheiro nos distrai com coisas demais, e nos machuca, porque nos torna desconfiados. Faz apenas o que amas e serás feliz. Aquele que faz o que ama, está benditamente condenado ao sucesso, que chegará quando for a hora, porque o que deve ser será, e chegará de forma natural. Não faças coisa alguma por obrigação ou por compromisso, apenas por amor. Então terás plenitude, e nessa plenitude tudo é possível sem esforço, porque és movido pela força natural da vida. A mesma que me ergueu quando caiu o avião que levava minha mulher e minha filha;  a mesma que me manteve vivo quando os médicos me deram três ou quatro meses de vida. Deus te tornou responsável por um ser humano, que és tu. Deves trazer felicidade e liberdade para ti mesmo. 
E só então poderás compartilhar a vida verdadeira com todos os outros. 

Lembra-te: "Amarás ao próximo como a ti mesmo". 
Reconcilia-te contigo, coloca-te frente ao espelho e pensa que esta criatura que vês, é uma obra de Deus, e decide neste exato momento ser feliz, porque a felicidade é uma aquisição.
Aliás, a felicidade não é um direito, mas um dever; porque se não fores feliz, estarás levando amargura para todos os teus vizinhos.
Um único homem que não possuiu talento ou valor para viver, mandou matar seis milhões de judeus, seus irmãos.
Existem tantas coisas para experimentar, e a nossa passagem pela terra é tão curta, que sofrer é uma perda de tempo. 
Podemos experimentar a neve no inverno e as flores na primavera, o chocolate de Perusa, a baguette francesa, os tacos mexicanos, o vinho chileno, os mares e os rios, o futebol dos brasileiros, As Mil e Uma Noites, a Divina Comédia, Quixote, Pedro Páramo, os boleros de Manzanero e as poesias de Whitman; a música de Mahler, Mozart, Chopin, Beethoven; as pinturas de Caravaggio, Rembrandt, Velázquez, Picasso e Tamayo, entre tantas maravilhas.
E se estás com câncer ou AIDS, podem acontecer duas coisas, e ambas são positivas: 
se a doença ganha, te liberta do corpo que é cheio de processos (tenho fome, tenho frio, tenho sono, tenho vontades, tenho razão, tenho dúvidas)
Se tu vences, serás mais humilde, mais agradecido... portanto, facilmente feliz, livre do enorme peso da culpa, da responsabilidade e da vaidade, 
disposto a viver cada instante profundamente, como deve ser. 

Não estás deprimido, estás desocupado.
Ajuda a criança que precisa de ti, essa criança que será sócia do teu filho. Ajuda os velhos e os jovens te ajudarão quando for tua vez. Aliás, o serviço prestado é uma forma segura de ser feliz, como é gostar da natureza e cuidar dela para aqueles que virão.
Dá sem medida, e receberás sem medida.
Ama até que te tornes o ser amado; mais ainda converte-te no próprio Amor. E não te deixes enganar por alguns homicidas e suicidas. O bem é maioria, mas não se percebe porque é silencioso. Uma bomba faz mais barulho que uma caricia, porém, para cada bomba que destrói há milhões de carícias que alimentam a vida.

Facundo Cabral.

domingo, 22 de setembro de 2013

Pois é....


Desejo uma semana repleta de aceitação e serenidade!


Como aconselhou minha luzinha :D

Desejo uma semana repleta de aceitação e serenidade! 


A vida não para...Lenine!!!


Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...

Será que é tempo
Que lhe falta pra perceber ?
Será que temos esse tempo
Pra perder?
E quem quer saber ?
A vida é tão rara
Tão rara...

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não...

Será que é tempo
Que lhe falta pra perceber ?
Será que temos esse tempo
Pra perder ?
E quem quer saber ?
A vida é tão rara
Tão rara...

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não...

A vida não para...
Lenine!!!

Já escolheu sua pintura para essa semana?


Já escolheu sua pintura para essa semana?
As pinturas corporais funcionavam como um código social: cada uma delas indicava uma situação específica (guerra, nascimento de filhos, ritos, luto etc.). 

Pintam o corpo para enfeitá-lo e também para defendê-lo contra o sol, os insetos e os espíritos maus. E para revelar de quem se trata como está se sentindo e o que pretende. As cores e os desenhos ‘falam’, dão recados. Boa tinta, boa pintura, bom desenho garantem boa sorte na caça, na guerra, na pesca, na viagem. Cada tribo e cada família desenvolvem padrões de pintura fiéis ao seu modo de ser. Nos dias comuns a pintura pode ser bastante simples, porém nas festas, nos combates, mostra-se requintada, cobrindo também a testa, as faces e o nariz. A pintura corporal é função feminina, a mulher pinta os corpos dos filhos e do marido. 
No entanto, a "arte" indígena difere da arte contemporânea ocidental pelo seu caráter tradicional e seu forte utilitarismo. 

Tradicional porque tende a seguir padrões herdados coletivamente, que desenvolvem pequena variação ao longo do tempo, formando-se um corpo de formas, usos e significados estável e bem caracterizada. Isso é o que permite distinguir os trabalhos de uma tribo dos de outras, e aproxima a sua arte do folclore. Também não existe a figura do artista como um indivíduo cuja preocupação maior é com a criação incessante do novo antes do que com a preservação da tradição herdada.

Bora lá!!!
Boa semana....

sábado, 21 de setembro de 2013

O ser humano vivência a si mesmo - Albert Einstein


"O ser humano vivência a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. 
E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. 
Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, 
mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior".
Albert Einstein

É bom acreditar! Lei do retorno...

É bom acreditar! Lei do retorno... 
Uma hora sempre virá, mesmo não sendo tão programada!!
Acreditar e fazer nossa parte, certo?


Pense nisso ...

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Falta muita "empatia e bondade" para todos nós!!!


Por que algumas "pessoas" tem que achar malvados ou culpados ao invés de assumir seu papel falho como o meu e o seu?

Esquecer como um estalo tudo construído e todo apoio dividido. Em prol a um subterfúgio?
Não aceitar mudanças? Medo? Falta de opinião própria? 

Demonstrar orgulho, soberba e com sutilidade humilhar. 
Em um formato ilusório de ataque de poder. 

Falta muita "empatia e bondade" para todos nós!!! 
Que cada dia eu utilize menos desses atos e crie uma resiliência para tais atitudes banais....





terça-feira, 17 de setembro de 2013

Tu eras também uma pequena folha que tremia no meu peito - Pablo Neruda


"Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo".

Pablo Neruda

Amor...

Amor...
Amor de amor
Amor de mãe
Amor de pai
Amor de filhos
Amor de irmãos
Amor de amigos
Amor de família
Amor platônico
Amor que dói
Amor que constrói
Amor que pensa ser amor
Amor conhecido
Amor desconhecido
Amor de bicho
Amor de arte
Amor de admiração
Amor de querer bem
Amor de não querer e querer
Amor de não saber
Amor próprio
Amor ao próximo
Amor brega de rimas baratas!!!

Mas com palavras não sei dizer e não há o que entender!

Eu tenho tanto pra lhe falar
Mas com palavras não sei dizer
Como é grande o meu amor por você
E não ha nada pra comparar
Para poder lhe explicar
Como é grande o meu amor por você

Nem mesmo o céu, nem as estrelas
Nem mesmo o mar e o infinito
Não é maior que o meu amor, nem mais bonito

Me desespero a procurar
Alguma forma de lhe falar
Como é grande o meu amor por você

Nunca se esqueça nem um segundo
Que eu tenho o amor maior do mundo
Como é grande o meu amor por você

Nunca se esqueça nem um segundo
Que eu tenho o amor maior do mundo
Como é grande o meu amor por você

Mas como é grande o meu amor por você...


Patricia Ulmann