quarta-feira, 3 de abril de 2013

ATO E EFEITO DE TORCER !!!


 
ATO E EFEITO DE TORCER
Extremamente sedutor. Ação com infinitas interpretações. Conduz reflexos e estímulos que partem de uma identificação inconsciente e transforma-se em uma versão consciente. Individual ou coletiva. Possibilita uma realidade palpável. Despertar o compromisso de defesa. Motivar o anseio pela luta, disputa ou enfrentamento. Resguardar credos e crenças. Desejos, anseios e ideologias são aflorados com um poder irreconhecível.
Uma forma peculiar de transpor nossos desejos. Realizar sonhos. Concluir metas. Superar limites. Projetar similaridade com situações que permitem uma sensação de vitória. Atrativo ilimitável. Não?
 Esse tema propõe um conteúdo imensamente vasto. O foco trabalhado, nesse pensamento, propõe analisar duas visões desse comportamento.
 
Torcida IntrapessoalNossa torcida interior. Iniciar um projeto. Ou melhor, finalizar um projeto. Sacrificar confortos e enfrentar novidades. Acreditar em uma proposta surreal. Avaliar conceitos éticos e transgressores. Perceber limites e desafiar com ações. Infinita gama de variáveis (ajuda, perdão, aceitação, ego, egoísmo entre outras). A torcida aqui apresenta uma intensidade motivada por padrões de busca interna. O valor de cada projeto varia de acordo com o quanto pretende investir. A excitação ou capricho delimita essa torcida. Impulsionada por disposição cotidiana. Quando há uma feroz torcida pessoal essa conquista é inexplicável. Encarrar uma velha sensação descrente e imposta por padrões incrustrados e vencer. Uma forma derestabelecer a concretizar os votos da esperança. Sim realizamos o impossível em real.
Já na derrota deve haver o cuidado peculiar. Evoluir e aprender. Essa é a busca? Errar diferente em novas oportunidades. Cuidar com auto-sabotagem. Como é reconhecido de forma individual, nessa derrota, o provável é buscar desculpas e culpados para tal resultado.
Experiências derrotistas apresentam exemplos incrustado dessa natureza social. Na grande maioria. Uma defesa humana. Descrita por tantos filósofos. Resultando em ações vitimizadas. Onde existe ausência em aceitar os próprios erros. Como um fato condicionado e postural. Cria uma reação inconsciente. Luta pela vitória. Torça e perceba sempre de forma lúcida. Cada qual é capaz de buscar suas limitações.
 
- Torcida Coletiva: União de passiveis que almejam algo em comum. Mesmo distante da realidade. Essas ações individuais, pela força, impulsionam e possibilitam essa coletividade. Essa torcida é composta por “Identificação”. Podem ser ancestrais, seguidas por gerações, ideologias, valores, etnias, éticas, políticas, artísticas, avessas, empatia ou apatia. Entre milhares de outras descrições.
Estímulo gerador de uma reação sensorial efêmera. O corpo acelera e responde em uma emulsão de sentidos. Transportando nossa realização no coletivo. Ebulição de reflexos corporais. Emerge, explicitamente, o Patriotismo ou Defesa por convicções. Muitas vezes nunca vistas no âmbito individualista.
Inserção e vontade de participar do todo. Partilha. Esse é o fato? Defender uma causa. Abraçar um desejo!
União de pessoas as quais geralmente não interagem. Motivadas pela coletividade. Uma representação de histeria mútua. Enlaçadas por um ideal comum. Possível traduzir e observar a aplicabilidade dessa força, exclusivamente, no coletivo. Garras e culhões emergem dos passivos.
Uma explosão imediatista alcançada no prazer da vitória. Intensa, principalmente, nos últimos segundos. Realizar essa “Fantasia” onde o gosto da vitória não se baseia em possibilidades individuais. Satisfaz o desejo como participantes reais. Uma parte real com pequenas ações. Gerando pensamentos positivos e emissão de energias. Agrupar o querer. Conspirar por algo maior.
Já na derrota coletiva há uma inversão de percepção e há muitos visionários implacáveis. Com frases prontas. Pensamentos formados. Conclusões claras e práticas de como reverteria essa derrota. Apresentar o fato que gerou esse resultado derrotista. Questionamos como é possível não perceber?
Sempre é mais fácil ver de longe.  Olhar de outro prisma. Visão periférica é ampliada e percebe o todo. Surgem inúmeras outras oportunidades e saídas. Estratégias. Ótimo! Essa é a proposta trazida ao fato e efeito de torcer. "Junção das possibilidades em torcer"

TORÇA. IMPAVIDAMENTE POR SEUS SONHOS, DESEJOS E SOLUÇÕES.
Sempre .... 
POR FAVOR, DEIXE SEU COMENTÁRIO OU CRÍTICA POSITIVA. OBRIGADA!!!

Patricia Ulmann (04/02/2012 – 01:04)