domingo, 14 de abril de 2013

Boa noite !! Falando de amor. Inicialmente pelo próprio, assim, poderá viver todas as formas de L'Amour

Boa noite :) 
"Aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoísmo, nem orgulho.
Amor Próprio. "Charles Chaplin

“Tenho meus limites. O primeiro deles é meu amor-próprio”.
Clarice Lispector 


A Quoi Ca Sert L'amour - Edith Piaf (legendado)

Amar a si mesmo é um requisito fundamental para que o ser humano possa vivenciar a felicidade. Embora tenhamos aprendido que a auto-estima é individualista e egoísta, ela é essencial para que possamos nos expor ao mundo com coragem e confiança.

Aquele que não ama a si próprio, não reconhece em si qualidades e talentos e se acha inferior ao resto do mundo, dificilmente conseguirá amar verdadeiramente o outro, pois seu amor será sempre revestido de medo.

Quando não nos amamos, tememos que o outro descubra que não somos bons o suficiente para merecer seu amor e nos empenhamos desesperadamente em satisfazer os seus desejos, como forma de garantir a afeição que ele sente por nós.

Esta consciência só nasce a partir de uma profunda reflexão acerca de nossas qualidades e defeitos e do entendimento de que somos únicos e especiais, não importa o quanto tenhamos errado ou nos desviado da Verdade.

Sempre é tempo de recuperamos a nossa auto-estima se reconhecermos que os erros são fundamentais em nosso processo evolutivo. Se formos capazes de nos amar apesar de nossos fracassos, certamente estaremos nos dando a oportunidade de trilhar novos caminhos e descobrir em nós poderes até então desconhecidos.

AME A SI MESMO E OBSERVE O AMOR TRANSFORMAR EM TODOS OS DETALHES E AO PRÓXIMO. (Fonte: Elisabeth Cavalcante)